quarta-feira, 21 de junho de 2017

O FIM e o INÍCIO de uma nova história!

     Ás vezes me ponho a pensar o como tudo isto aconteceu! Como dei tanto de mim para agora termos este desfecho! Mas a vida é assim mesmo, é imprevisível... E por ser imprevisível nunca sabemos o que é o início e o fim!
     
     Era Dezembro em uma noite de Inverno. Lá estavas tu, a pedir para eu ficar. Sempre foi assim, ''por favor não me deixes''. E lá estava eu. Entre lágrimas, na escuridão e meu coração dividido em duas partes. Dividido por um amor antigo, e um amor partido. Nosso amor já não era o mesmo. Não sei onde falhamos. Talvez a culpa foi minha. Talvez a culpa foi tua. Talvez foi ambos a culpa. Não importa de quem seja a culpa. A verdade era uma. O nosso amor estava destruído. O nosso amor se tornou frio. Frio como aquela noite. Tudo o que nos restou foi dor, lágrimas, desespero! Lutamos muito para que pudéssemos recuperar o que foi perdido. Mas quando o fazíamos se tornava choros, gritos e decepção! Nosso amor parou de florescer. Talvez nós somos peças quebradas. E peças quebradas coladas nunca mais serão belas como antes. E assim estava o nosso amor. Um amor partido! Meu atual namorado.
     Do outro lado lá estava a minha outra parte! Ele! Ele que foi uma parte do meu passado. Um passado de 5 anos atrás. O passado que voltou a a dar brilho ao meu presente! E lá estava ele. Não sei porquê, mas estava. E lutava com todas suas forças para me ter de volta. Nos últimos 4 meses ele me deu os melhores dias que já tive na minha vida. Não só isso, mas ofereceu o seu amor que nunca havia recebido de ninguém! Nunca me sentira tão amada por alguém. Nunca consegui amar tanto alguém em tão pouco espaço de tempo. E aquilo que eu temia aconteceu. Estávamos apaixonados!
     E ali estávamos os três. Nós três estávamos a sofrer. Não podia mais viver assim. E eu era a dona da decisão! Era uma decisão difícil. A decisão mais difícil que tomei na minha vida. Tudo estava em jogo. Era um jogo que definiria meu futuro. O que poderia eu escolher? 4 anos de relação com o meu amor partido ou 4 meses de sonho com o meu amor do passado. Eu sabia que qualquer que fosse minha decisão eu iria sofrer. Mas cabia a mim escolher quem seria o alvo do meu sofrimento.
     Cada minuto era extensivamente longo naquela madrugada. Fiquei a observar a reacção dos dois. Minha mente estava turbulenta e confusa. Minutos antes havia ocorrido um conflito entre os dois. Conflito que me fez pensar que eu tinha que tomar uma decisão naquela noite que eu vinha a prolongar. Uma disputa que me deixou em desespero. Desespero que obriguei irem embora os dois. Mas ambos ficaram lá naquela escuridão. E sem pensar e por impulso abracei o meu antigo amor. Um gesto que causou raiva e fúria atrás de mim. Mas que a mim causou tranquilidade, segurança e paz. Aquele abraço que havia sido o meu abrigo nos últimos meses. Eu só queria que o tempo congelasse ali. E que todas essas lágrimas e dor fossem embora. Mas esse momento só durou segundos. E a realidade tomou conta de mim. E os minutos continuavam a passar...
     E eu ficava ali, a ouvir palavras hostis daquele que me causava dor nos últimos meses. As palavras eram carregadas de raiva, frustração por coisas insignificantes e que não vinham ao caso. Era uma atitude infantil. Uma atitude de defensiva de quando já não havia mais argumentos para as acções dele. Sempre ouvi dizer que é mais fácil atacar do que assumir nossos próprios erros. Pois bem, ele escolheu o caminho mais fácil. Mais uma vez, o mundo só girava em torno dele. Nunca importava com o que os outros sentiam, sofriam, ou mesmo a minha opinião. E assim comecei a reflectir algumas das atitudes dele que só foram o início para o nosso amor estar assim tão partido! E eu só sabia que o podia de chamar de ''meu amor'', porque doía em pensar uma vida sem ele. 
     As  minhas lágrimas escorriam e já ardiam o meu rosto. A raiva pairava naquela escuridão e a calmaria e a conversa amigável tomava conta do outro lado. E no meio dessa situação tomei uma decisão. Era a decisão que me podia fazer arrepender ou não para o resto da minha vida. Mas tinha que tomar. 
     Nunca tinha deixado de dormir durante uma noite, mas essa noite não dormi! E ali estava eu e ele sem acreditar no que havia acontecido. Eu chorava de tristeza e alegria. A campainha tocou, e quando atendi me deparei com todas as cartas e presentes que havia dado com tanto carinho para ele naqueles 4 anos. Aquilo doeu tanto mas tanto... Mas também só me fez pensar que tomei a decisão certa. E aquilo que eu duvidava só confirmava. Eu nunca tinha sido valorizada. E eu agora tinha alguém que estava disposto a dar o mundo por mim.

     27 de Dezembro de 2015, a data que vai ficar para sempre no meu coração, no nosso coração, o início de uma nova história que começou ali. Hoje vivo um dia de cada vez. Já não dou tudo de mim como antes dava. Mas sempre darei a melhor parte de mim. 

segunda-feira, 11 de maio de 2015

#(14) eu e ele - Férias de Inverno em Portugal (Dezembro/Janeiro)

      Em Dezembro de 2014, fomos de férias para Portugal. Fui dia 18 de Dezembro de 2014 e voltamos dia 25 de Janeiro de 2015 (ele foi 1 semana antes de mim). Passamos o Natal e Ano Novo lá e pela primeira vez JUNTOS de verdade nessas ocasiões! Foram umas férias diferentes daquilo que estávamos acostumados, isto é, com calor, praia, piscina e etc. Já não sentia o Inverno de Portugal desde que vim morar para o Brasil, ou seja, 9 anos atrás! Foram dias muito frios, mas incríveis!!
      No dia 12 de Janeiro de 2015 fomos pela primeira vez para Manchester (Inglaterra) visitar o irmão dele que mora lá, e claro, conhecemos melhor essa cidade! (próximo texto)

(18/12/14 - A viagem para Portugal)

(19/12/14 - Minha primeira ida ao shopping com ele)

(19/12/14 - No shopping)

(20/12/14 - Noites natalinas geladas com muito amor)

(22/12/14 - Uma tarde bem passada em Espinho)

(22/12/14 - E depois no Porto)

(23/12/14 - SMS com ele)

(24/12/14 - Pequeno almoço/café da manhã com ele)

(24/12/14 - Amigo secreto após a ceia de Natal com ele)

(24/12/14 - Primeiro Natal juntos de verdade sem distâncias)

(26/12/14 - Aquela preguicinha de sair da cama no Inverno)

(26/12/14)

(27/12/14)



(27/12/14 - Fomos a um casamento)

(27/12/14 - E já em casa após o casamento... Essa SMS!)

(29/12/14)



(30/12/14 - Um final da tarde romântico em um parque que nunca havíamos ido - Vale de Cambra)

(31/12/14 - 01/01/15 - O melhor Ano Novo que já tive na minha vida. E claro ele fez parte desse dia!)


(02/01/15 - Praia Maceda + Centro de Furadouro + Santa Maria da Feira)

(04/01/15 - Ele com a sua gatinha. Nesse dia almocei na casa dele com os pais dele)

(05/01/15 - O desespero dele para estar comigo :P)


(08/01/15 - Porto e Espinho)



(09/01/15 - Parque de São João da Madeira)





quinta-feira, 7 de maio de 2015

#(13) eu e ele - Momentos com ele no Brasil (2014)

(02/04/14 - No dia em que ele voltou)     (08/04/14 - Enquanto se estuda...)

(20/04/14 - Primeira páscoa com ele JUNTOS!)




 (27/04/14)

(07/05/14)

 (14/05/14)


 (18/05/14 - Jogar Baralho Monopoly)

  (18/05/14)

   (08/06/14)

   (14/06/14 - Primeiro dia dos namorados JUNTOS de verdade)

(05/07/14)

 (13/07/14)                                           (19/07/14)

(21/07/14 - Jogar Frescobol)

(24/07/14)

(12/08/14 - Segundo aniversário dele no Brasil. Fez 21 anos)

(04/09/14)                                             (05/09/14)


(14/09/14 - Campos de Jordão)

(21/09/14 - Estudar com ele)

(06/12/14 - Recadinho que deixei para ele)

(08/12/14)